domingo, 17 de janeiro de 2016

A Dresslink Wishlist WIth Not That Many Shades of Grey


Para quem não conhece, a Dresslink (que podem visitar aqui) é uma daquelas lojas com mil artigos onde podemos sempre encontrar aquela peça com aquele estilo específico de que há tanto tempo andávamos à procura. Quando tive de pensar numa wishlist de coisas que eles têm para oferecer, não foi difícil descobrir umas quantas peças que vão ao encontro do estilo cosy, casual e minimal de que eu tanto gosto. 
A peça que me deixou mais entusiasmada foi mesmo a t-shirt com o símbolo do alien (aqui). Para além de me fazer lembrar a coleção da Comme des Garçons, tem um alien. Um pequeno alien ali a fazer-me lembrar do meu amor pela Scully e pelo Mulder e por tudo o que sejam os chamados "ficheiros secretos" - sim, sou daquelas obcecadas por tudo o que sejam teorias da conspiração.
Mas voltando à Dresslink, se estiverem à procura de peças em conta (umas mais do que outras), que se identifiquem com o vosso estilo e com portes que não são um abuso, então vale muito a pena visitar.
Algumas coisinhas deles já vêm a caminho cá de casa. Conseguem adivinhar o quê? (Alerta de ser muito óbvia com a alien t-shirt neste post).

hospedar imagem  hospedar imagem hospedar imagem Image and video hosting by TinyPic

*Este é um post de colaboração com a Dresslink mas todas as opiniões são pessoais.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Let's sway under the moonlight, this serious moonlight

H&M Jumpsuit; Parfois Bag; Zara Shoes; Lefties Trench; Primark Scarf

Estive às voltas e voltas até me decidir o que escrever por aqui. Queria falar do David Bowie e depois do Alan Rickman mas não sei prestar boas homenagens aos meus heróis. Depois também descobri que não gosto de falar do que estou a vestir e já estou farta de escrever sobre os meus body issues. Depois pensei que podia contar como correu a primeira entrevista de emprego na minha área este ano mas não quero agoirar, ainda para mais quando é um emprego que eu gostava tanto mas tanto de ter. O tempo também não é opção. E a viagem a Londres guardo para outro dia. Por isso fico aqui a não dizer nada mas já tendo dito praticamente tudo. #deep

hospedar imagem  hospedar imagem hospedar imagem Image and video hosting by TinyPic

domingo, 10 de janeiro de 2016

Pretty in Pink


1. A Inês a espalhar charme em Cedofeita;
2. #minimaldecor
3. Encontrar amigos peludos à porta de casa;
4. Detalhes bonitos em sítios bonitos;
5. Euzinha goth no Natal;
6. Quando a Sandra usa as garrafas como jarras de flores;
7. Fui ao sotão descobrir roupa antiga;
8. Jesse, Paula e Pedro na Invicta, onde tudo é melhor;
9. Perfumes de sonho escondidos no pinheirinho de Natal.

Sigam-me no Instagram para mais detalhes da minha vida.
A falar em detalhes também passei a usar o Snapchat (sim, em 2016) para aqueles dias em que a vontade de vir ao blog é menor. O meu username é marisarferreira.
Agora vou voltar ao envio de currículos e cartas de motivação que é sempre muito divertido.

hospedar imagem  hospedar imagem hospedar imagem Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Why You Can't Live Without Your Girlfriends


1. Podes usar a mala M2Malettier da tua amiga que vive em Barcelona a trabalhar para a marca;
2. Podes beber mocca cafés com leite de soja com a tua amiga vegan que vive em Londres e sentir que é um pacto de sangue;
3. Podes vivenciar o Sex and The City na vida real e dizer "és tão a Samantha";
4. Podes dizer que estás gorda e elas, em vez de te mentirem, vão dizer que vão fazer um plano de exercício para ti;
5. Podes cantar a Hotline Bling e a Sorry no meio da rua sem medo da repressão social;
6. Podes acabar a noite sem te lembrares de quantos rum's bebeste, mas não faz mal, elas estão como tu;
7. Podes falar e dar saltinhos de alegria a falar daquilo que queres da COS e da Acne e da & Other Stories e aqueles granny shoes que todas as lojas agora parecem ter;
8. Podes receber conselhos, daqueles sem merdas;
9. Podes partilhar roupa e malas e acessórios porque elas gostam das mesmas coisas que tu;
10. Podes chorar a ver Belle and Sebastian ao vivo porque sabes que não o farás sozinha e podes ter companhia em Death Cab For Cutie mesmo sabendo que elas não gostam assim tanto da banda;
11. Podes ser tu mesma e admitir que o Mr. Grey é kinda hot mas, claro, sem nunca admitir que vimos o filme mais do que uma vez;
12. Podes partilhar sonhos que, mesmo que não se concretizem, elas estarão até ao fim a dizer que vai correr bem;
13. Podes ver em loop vídeos dos Backstreet Boys e descobrires que, depois destes anos todos, ainda sabem as letras de cór e assim passarem horas a cantá-las em uníssono; 
14. Podes ter um escudo contra predadores, "ela é a minha melhor amiga e nem te aproximes dela";
15. Podes fazer o clássico brunch de domingo com feijões Heinz e sumo de laranja natural;
16. Podes ter sucesso porque o sucesso delas é como se fosse o teu e é um orgulho ver até onde chegaram;
17. Podes dormir em conchinha com elas e vestir os teus piores pijamas - elas vão gozar mas sabes que com elas podes partilhar tudo, até os lençóis dos Transformers que a tua mãe comprou;
18. Podes passar tardes assim, a descansar na companhia de umas das outras, sem ter de forçar conversas; 
19. Podes pedir que te tirem fotografias, elas não vão desistir até te tirarem aquela foto em que ficas singela como querias;
20. Podes passar meses sem as ver mas quando voltam o sentimento continua o mesmo e as conversas são reatadas de onde foram deixadas e dias depois dás por ti a fazeres um post lamechas como este. 

Desculpa Taylor Swift, o meu squad é melhor do que o teu.

hospedar imagem  hospedar imagem hospedar imagem Image and video hosting by TinyPic

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

2016


Primeiro post de 2016. O primeiro de muitos, isso posso garantir. Estes dias tirei umas férias do blog, aproveitei para estar com o gato, fazer compras de decoração para casa, celebrar a chuva, fazer o design novo do meu currículo, organizar a maquilhagem e deitar fora a roupa velha, criar ideias e, acima de tudo, descansar. Descansar porque sei que 2016 vai ser o ano. É o ano de novos começos, muitas aventuras (quem me segue lá no Facebook já sabe que daqui a uns dias estarei em Londres com a melhor amiga que se pode ter), de finalmente me realizar profissionalmente e ser a melhor em tudo o que posso ser. Como já disse nos anos passados, eu não sou de resoluções de ano novo. Chego até a ser casmurra com isso mas, desta vez, não deu para evitar. Também me inscrevi no ginásio, coisa que não me passava pela cabeça no ano passado. Comprei roupa de desporto e velas para espalhar pela casa. 2016 é o ano em que passo a ter 26 anos. O ano em que continuarei a ser javarda nas piadas que digo mas em que começarei a comer mais legumes. É o ano de que estava à espera há muito e vai ser um privilégio celebrá-lo aqui no Venus in Fleurs.

hospedar imagem  hospedar imagem hospedar imagem Image and video hosting by TinyPic